Noticias
Publicado : terça-feira, 28 de julho de 2015
20:21
Por Portal Campinas News

Cuidados para manter o Vírus Zika longe

Os últimos dados da Secretaria de Estado de Saúde do Mato Grosso indicam que houve um aumento de 85,08% nos casos notificados de dengue de um ano para cá. Em 2015 já foram contabilizados 15.954 casos da doença, no ano anterior esse número era de 8.620. Até agora há quatro casos confirmados que levaram ao óbito e ainda existem sete mortes sob investigação. Além disso há um caso confirmado de febre chikungunya importada e ainda há 171 casos suspeitos da mesma doença registrados no estado. Esse contexto abre espaço para mais uma doença, semelhante, que chegou no País em outubro do ano passado e também merece atenção: a febre Zika.
  

Cuidados para manter o Vírus Zika longeDe acordo com a Natasha Slhessarenko, diretora-médica do laboratório Cedic Cedilab, a maior semelhança entre as três doenças está no transmissor: o mosquito Aedes aegypti. “Além disso, clinicamente elas têm muito em comum. As três doenças começam com febre, dor no corpo e dor de cabeça. As diferenças começam a aparecer apenas nos quadros de evolução de cada doença”, explica a médica.

As maiores diferenças entre as doenças são sutis, é o que indica a médica: “A Zika tem um quadro bem mais brando, se assemelhando muito com a gripe por exemplo, com dor de cabeça, dor nas articulações, conjuntivite, dor de garganta, febre leve, irritação da pele, normalmente algumas manchas avermelhadas pelo corpo, náuseas e dor muscular, com cura espontânea em 5 dias”, reforça.

Já no caso da Chikungunya, causada pelo vírus CHIKV, a especialista informa que o maior diferencial, está no seu acometimento das articulações. “O vírus Chikungunya avança nas juntas dos pacientes e causa inflamações com fortes dores acompanhadas de inchaço, vermelhidão e calor local. Já a dengue é caracterizada mais fortemente pelas dores musculares”, revela a médica.

Confirmação do vírus pelo sangue

A especialista informa que muitas vezes o médico pede exames laboratoriais para confirmar ou não a suspeita já que a diferenciação no quadro clinico destas doenças muitas vezes é bem sutil. “O exame de sorologia é usado para determinar por qual vírus a pessoa foi infectada. A partir do quinto dia após a infecção, o organismo começa a produzir anticorpos para combater o vírus. Este exame detecta justamente a presença destes anticorpos no sangue. Por isso que ele só pode ser feito após a primeira semana”, narra.

Como o exame de sorologia só se mostra positivo dias após o início dos sintomas, a médica indica também, dependendo do caso, a utilização de um teste mais específico, chamado PCR ou teste molecular. “Ele é capaz de detectar o material genético do vírus no sangue do paciente mais precocemente”, esclarece.

Slhessarenko afirma que a melhor forma de se prevenir contra as febres Zika, Chikungunya e Dengue ainda é por meio do combate dos mosquitos Aedes, com o uso de inseticidas, repelentes, telas nas janelas e campanhas de prevenção. Isso porque estimativas mostram que 90% dos focos do mosquito Aedes Aegypti estão localizados nas casas das pessoas.



Via

Portal Campinas News 20:21 ,

Portal Campinas News on 20:21 , . .

0 comentários for "Cuidados para manter o Vírus Zika longe"

Deixe um Comentário! Será um Prazer Ter a sua Interação Conosco!