Noticias
Publicado : segunda-feira, 26 de maio de 2014
20:09
Por Portal Campinas News

Professora critica baile funk e gera debate na internet

Rio - Muito discutido no meio acadêmico, o funk foi rechaçado por professores na internet, após a realização de um baile em Ipanema. Irritada com o som alto da festa em um morro próximo de sua casa, a professora da Faculdade de Comunicação Social da Uerj, Patrícia Rebello, desabafou no Facebook: “Baile funk nas alturas no morro aqui atrás, e eu só lembro da frase que diz que funk é cultura. Exame de urina também”.


O post rendeu comentários dos colegas apoiando Patrícia, mas foi criticado pelo deputado estadual Marcelo Freixo (PSol), um dos autores da lei que tornou o funk Patrimônio Cultural do Rio, em 2009.


A professora se irritou com a altura da música no baile e criticou quem diz que funk é culturaFoto: Reprodução Internet

“Só não

compartilho porque depois vou ter que aguentar a militância cultural. Adorei, amiga”, escreveu o professor José Ferrão, na rede social. “Também não posso compartilhar, pois os colegas acadêmicos que defendem a diversidade e estudam esse fascinante fenômeno cultural iriam me massacrar. Mas é deprimente”, completou o vice-diretor da Faculdade de Comunicação Social da Uerj, Érick Felinto.


Freixo rebateu: “Não podemos identificar como cultura apenas aquilo que nos agrada, isso é elementar”, disse o deputado, entrevistado pelo DIA . O comentário da professora também foi criticado pelo diretor do Observatório das Favelas, Eduardo Alves: “O funk faz uma leitura da realidade de milhões de pobres, negros e moradores de comunidades, expõe a vida, a estética desse povo, e por isso é considerado cultura. Toda arte precisa ser respeitada”, afirmou Eduardo. A postagem de Patrícia foi publicada às 0h37 do dia 18 de maio.

Desculpas após a noite do desabafo

Por e-mail, Patrícia justificou a postagem alegando que estava num momento de irritação, mas admitiu que o comentário foi infeliz. Ela explicou ainda que considera o funk como bem cultural, e revelou que apagou o comentário. “Foi simplesmente um desabafo de alguém que estava com sono e queria dormir. Eu não estudo nem escuto funk o suficiente pra fazer qualquer comentário sobre o assunto. Claro que funk é cultura, claro que fala de uma enorme variedade de aspectos referentes ao mundo, e às condições sociais de quem o vive. Foi uma reação imediata de um organismo cansado”, escreveu.


http://riodejaneiro.ig.com.br/?url_layer=http://odia.ig.com.br/noticia/rio-de-janeiro/2014-05-25/professora-critica-baile-funk-e-gera-debate-na-internet.htm

Portal Campinas News 20:09

Portal Campinas News on 20:09 . .

0 comentários for "Professora critica baile funk e gera debate na internet"

Deixe um Comentário! Será um Prazer Ter a sua Interação Conosco!