Noticias
Publicado : sábado, 28 de março de 2015
15:40
Por Portal Campinas News

Renato Janine Ribeiro, crítico de Dilma e do governo, será o novo ministro da Educação do governo Dilma

Brasília - O novo ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, manifestou-se sábado (28), em rede social, sobre o convite que recebeu da presidente Dilma Rousseff para substituir Cid Gomes no comando da pasta.

O novo ministro da Educação, que tomará posse dia 6 de abril, é professor titular de Ética e Filosofia Política da Universidade de São Paulo (USP) e especialista na obra do filósofo inglês Thomas Hobbes, sobre quem focou suas pesquisas de mestrado e doutorado. Sobre o filósofo, Ribeiro publicou os livros A Marca do Leviatã e Ao Leitor Sem Medo.
Ribeiro escreveu ainda ensaios sobre filosofia política focando a realidade brasileira. Ele venceu o Prêmio Jabuti em 2001 com a obra A Sociedade Contra o Social: O Alto Custo da Vida Pública no Brasil. O filósofo tem ainda publicações que tratam de democracia, da relação da universidade com a sociedade e sobre a forma de fazer política em geral. Ao todo Ribeiro tem 18 livros editados, além de ensaios e artigos em publicações científicas.

No serviço público, além de ter sido aprovado no concurso para professor da USP, Janine atuou como membro do Conselho Deliberativo do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) (1993-1997), do conselho da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) (1997-1999), secretário da SBPC (1999-2001) e diretor de avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) (2004-2008). Além disso, foi membro do Conselho Deliberativo do Instituto de Estudos Avançados da USP e é membro do Conselho Superior de Estudos Avançados da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Ribeiro fez mestrado na Université Paris 1 Pantheon-Sorbonne, doutorado pela USP e pós-doutorado pela British Library.

Janine Ribeiro afirma em entrevista na edição deste mês da revista "Brasileiros" que a presidente Dilma Rousseff não faz política, tem uma concepção de governo "autoritária" e não dá autonomia aos ministros.

Segundo Janine Ribeiro, professor aposentado de ética e filosofia política da Universidade de São Paulo (USP), o governo foi "uma decepção do ponto de vista econômico" e por isso é obrigado agora a adotar uma política "tucana".

"Na verdade, é uma concepção de governo que não precisa prestar contas à sociedade. É isso que a Dilma está mostrando. Uma concepção de governo muito inquietante, porque é, no limite, autoritária. Adota as medidas que precisam ser adotadas, mas não explica. E não explica por que prometeu fazer uma coisa e está fazendo o contrário", diz, citado pelo portal G1.

O próximo ministro da Educação considera "meio triste" o período de 12 anos de governo do PT "sem enfrentar jamais o capital".

Na entrevista à revista Brasileiros, Janine Ribeiro também critica o PSDB, principal partido de oposição, e avalia que a mídia " é simpática a eles [os tucanos] e detesta o PT".

Janine Ribeiro defende que a esquerda crie seus próprios órgãos de mídia em vez de "uma proliferação de blogs, que alguns chamam de sujos".

Em um texto de agradecimento, divulgado nas redes sociais, pelo apoio recebido de várias pessoas, Ribeiro se mostrou animado. "Incrível como há tanta gente acreditando que a educação é o caminho, ou um dos principais".

Ele contou que o convite surgiu na quinta-feira (26), quando recebeu uma ligação do chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante. "Na quinta-feira recebi uma ligação do ministro Aloizio Mercadante, me convidando a ir a Brasilia para vermos a possibilidade de eu ocupar esse cargo. Aceitei".

O professor e filósofo disse ainda que após conversar com Dilma e Mercadante, foi ao Ministério da Educação (MEC), onde se encontrou com o secretário executivo, Luiz Cláudio Costa, que ocupa interinamente o comando da pasta.

"Fui recebido por ele e pela presidenta, com quem tive longa conversa. Depois, fui ao MEC, onde o secretário executivo, que permanecerá, me fez um briefing inicial de um dos ministérios maiores, mais complexos e mais ricos da Esplanada. É bom lembrar que são 50 milhões de alunos e 2 milhões de professores", disse. "E espero que a educação constitua um desses pontos que permitam unir o país, gente de um lado ou de outro, mas que sabe que sem educar não se avança", completou.

Ribeiro lembrou que o ministério continua nas mãos de Costa até o dia 6 de abril, quando tomará posse. "Tomarei posse no dia 6 de abril e depois disso terei o prazer e cumprirei o dever de dar todas as entrevistas que forem necessárias. Só peço compreensão para a necessidade de estudar os dossiês antes de entrar em detalhes sobre eles. Afinal, como pode alguém ir para a educação se não começar estudando"?


Via Agência Brasil

Portal Campinas News 15:40 ,

Portal Campinas News on 15:40 , . .

0 comentários for "Renato Janine Ribeiro, crítico de Dilma e do governo, será o novo ministro da Educação do governo Dilma"

Deixe um Comentário! Será um Prazer Ter a sua Interação Conosco!